Búsqueda avanzada de temas en el foro

Página 2 de 2 PrimerPrimer 12
Resultados 21 al 26 de 26

Tema: Olivenza....................................

  1. #21
    DOBLE AGUILA está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    03 jun, 14
    Mensajes
    1,314
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    Pensando por esse ponto de vista, a luta de Espanha contra Inglaterra e os Países Baixos foi para o próprio beneficio espanhol,
    Y para beneficio de los católicos de los Países Bajos, y de las buenas personas fieles a su Rey legítimo (que se libraron de la degollina y de la herejía luterana). Todo para que las autoridades de uno de los países católicos que defendimos (hoy llamado Bélgica) nos traicione, y de cobijo al traidor Puigdemont.

  2. #22
    Avatar de Iberia
    Iberia está desconectado Miembro graduado
    Fecha de ingreso
    31 jul, 17
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    45
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    "Falso, y aquí se ve una intención sofística por su parte."
    Não pretendi ser sofista. Tu é que não entendeste o contexto que apliquei naquela frase.

    "Italia no es, en modo alguno, descendiente del Imperio Romano, sino un país creado por la masonería en 1873
    con la colaboración de la Monarquía Saboyana (carcelera del Papa) en detrimento de los Estados Pontificios
    (que sí podrían ser, al algún modo) descendientes del Imperio Romano.
    España sí es un Reino que proviene DIRECTAMENTE del Imperio, pues los visigodos
    (que eran bárbaros romanizados que hablaban el latín) respetaron hasta cierto punto el ordenamiento jurídico para la población hispano-romanas
    y las instituciones romanas, así como la Verdadera Religión."

    Quando escrevi aquele trecho não quis dizer que os Estado atual da Itália fosse legitimo ou não.
    Até mesmo porque Roma era Pagã quando invadiu a Peninsula Ibérica, só se tornaram cristãos posteriormente.
    O que de facto quis dizer é que os italianos são os descendentes mais próximos do Império Romano.
    Os italianos descendem muito mais dos Romanos, do que nós os Ibéricos.
    Tomando esses factos anteriores como base, é um facto inegável que a Peninsula Ibérica pertenceu ao povo
    italiano, independente do facto se a Itália é maçonica ou não.
    Sei que tu vais dizer que o povo italiano não existe, é uma criação maçonica, ...
    Mas a realidade é que eles são mais proximos dos romanos do que nós, independente de serem maçons ou não.
    Ou será que tu acreditas que nós descendemos dos romanos como os italianos?
    Não nego a ascendencia romana na Peninsula e até o legado romano na mesma,
    porém do ponto de vista ETNICO os italianos são mais romanos que os ibéricos.
    A ETNIA de um povo está além das concepções modernas de Estado.

    "Los Imperios Inca y Azteca eran imperios nefandos de la Edad de Piedra"
    Depois eu sou o SOFISTA. Dizer que o Império Inca e Asteca estavam na Idade da Pedra é errôneo.
    Eles tinham sistema de Agricultura, sistema de numeração, escrita(no caso dos maias),
    tinham boas habilidades de construção, ...
    Estavam é muito antiquados na tecnologia bélica e tinham uma religião satanica.
    Em momento algum disse que foi a errado a conquista da América pela Espanha.
    Portanto não sei porque disseste isto.

    "que adoraban a falsos ídolos y practicaban el pecado aberrante del canibalismo y los sacrificios humanos.
    El resto de tribus sojuzgadas por esos imperios ayudaron a España a destruirlos con TODA LEGITIMIDAD."

    Em qual momento eu disse que foi ilegitima a conquista desses impérios???
    Achas por acaso que eu acredito na "Leyenda Negra"???
    Eu não sou como tu, que acreditas em toda a difamação que fazem da história portuguesa no mundo.

    "Esa alianza contra natura con Napoleón fue forzosa, bajo amenaza de guerra;
    claro que Portugal sí que estaba VOLUNTARIAMENTE aliada a la hereje Inglaterra desde hacía siglos (salvo el periodo de unión hispánica)."

    A Inglaterra passou a ser herege após o reinado de Henrique VIII.
    Antes disso a Inglaterrra era Católica.
    Portugal tinha se Aliado à Inglaterra em 1373, bem antes de heresias de protestantismo.
    A aliança tinha caracter principalmente defensivo, e ela geralmente era renovada a cada reinado dos dois países.
    Quando Henrique VIII assumiu, ele não renovou a aliança.
    Por isso, a Inglaterra passou a praticar pirataria contra navios portugueses na Asia desde então.
    Além de atuar para a destruição do Império Português.
    A aliança assumida após 1640 foi completamente diferente da anterior.
    O Império Português já estava muito fragilizado e individado.
    Além da guerra de independencia contra a Espanha,
    Portugal estava com uma guerra longa e exaustiva contra os holandeses,
    isso esgotou totalmente a economia portuguesa gerando uma dívida enorme.
    E como se sabe, quem emprestava dinheiro a Portugal era a Inglaterra.
    Mesmo após o fim dessas guerras, Portugal nunca mais se recuperou.
    A dívida gigante criada nesse periodo teve reflexo na situação economica posterior.
    Portugal cada vez mais entrava em decadencia economica, enquanto a Inglaterra se enriquecia.
    Posteriormente Portugal foi sabotado pelo Tratado de Methuen em 1703.
    Portugal foi forçado a assinar esse tratado.
    Posteriormente teve a infiltração maçonica do Marquez de Pombal.
    E mais tarde, a Inglaterra conspira pela divisão Império Português.
    É onde se dá a independencia do Brasil, e posteriormente a deposição do Rei legitimo de Portugal: Dom Miguel I.
    Portanto, falar que "Portugal se aliou voluntáriamente à Inglaterra herege" é uma análise muito simplista.
    E volto a repetir, várias vezes Espanha se aliou "VOLUNTÁRIAMENTE" para sabotar e invadir Portugal.
    E nem por isso fico atacando a Espanha, como tu atacas o meu país.

    "Y para beneficio de los católicos de los Países Bajos,
    y de las buenas personas fieles a su Rey legítimo (que se libraron de la degollina y de la herejía luterana).
    Todo para que las autoridades de uno de los países católicos que defendimos (hoy llamado Bélgica) nos traicione, y de cobijo al traidor Puigdemont."

    Eu não disse que a Espanha tivesse lutado com os Países Baixos apenas pelo seu beneficio.
    Disse usando a lógica que usas ao falar de Portugal, por essa perspectiva que adotas.
    Disseste que portugal lutou contra Napoleão simplismente para beneficio próprio,
    Aliás uma citação totalmente fora do contexto do que estava a ser discutido aqui.
    Afinal, cada país tem os seus interesses e Espanha não é diferente.
    Vou fazer-te uma pergunta:
    Se algum país tentasse invadir Espanha hoje, o que acharias?
    Lembra-te que Espanha atualmente tem um Governo Não-Católico.
    Mas não estaria certo defender o povo espanhol contra um invasor não católico, mesmo que o Governo de Espanha for Não-Católico?
    E povo espanhol católico, o que seria?
    Será que acharias adequado eu dizer que : Espanha só lutou contra eles por interesses?
    E já que falaste que Portugal ter entrado em guerra com Napoleão apenas por interesses,
    imagina se Portugal tivesse feito como a Espanha e Napoleão tivesse dominado a Península.
    O que seria do catolicismo?
    E não foi meramente por interesses que portugal lutou.
    Dom João VI foi um dos maiores adversários dos ideáis franceses em Portugal.
    Foi um Rei "prudente" e viu qual era o resultado de colaborar com França.
    Fez de tudo para evitar o triunfo do liberalismo em Portugal.
    Infelizmente foi sabotado pela maçonaria tanto de Brasil quanto de Portugal.
    Oh! quem pudera dizer
    Os sonhos que o homem sonha!
    mas eu hei grão vergonha
    De mos não quererem crer.


    Trovas de Bandarra

  3. #23
    Avatar de Iberia
    Iberia está desconectado Miembro graduado
    Fecha de ingreso
    31 jul, 17
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    45
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    Diz não ter desprezo a Portugal, mas repetes as mentiras que foram inventadas contra os portugueses.
    Dizes que eu sou um SOFISTA, mas usas de vários sofismas para me refutares.
    Atacas o meu país para atacar meus argumentos.
    Lês uma frase que escrevo e não a interpretas de acordo com o contexto, assim como um protestante lê a Bíblia.
    Abordas tudo o que Portugal fez a Espanha como o "Mal",
    mas o que Espanha fez a Portugal abordas como o "Bem".
    Enfim, tu dizes que eu sou um Sofista, mas na verdade SOFISTA és tu.
    Oh! quem pudera dizer
    Os sonhos que o homem sonha!
    mas eu hei grão vergonha
    De mos não quererem crer.


    Trovas de Bandarra

  4. #24
    Avatar de Iberia
    Iberia está desconectado Miembro graduado
    Fecha de ingreso
    31 jul, 17
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    45
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    Fico triste por pessoas que pensam como tu.
    De tudo que falas chego novamente ao que tinha concluído antes:
    não conheces Portugal nem os portugueses.
    Talvez por não teres interesse ou por não teres tido um único contacto conosco.
    Tens uma versão da história portuguesa totalmente falseada, e com fins difamatórios.
    Acreditas nessa versão difamatória como os estrangeiros acreditam na "Leyenda Negra".
    Acho impressionante, como uma simples resposta minha, e que não ofende em nada a Espanha,
    tenha levado a uma série de acusações infundadas a Portugal.
    Atacam aqueles que vêm a Portugal com olhares preconceituosos, e não racionais.
    Não pensam que essa narração histórica tem fins meramente de separar e retirar a origem comum da hispanidade.
    Parecem que sentem prazer em atacar o meu país.
    Falam mentiras, e não querem ver a verdade.
    Mostra-se factos e evidências, mas os mesmos são ignorados.
    E o que mais me irritou : Fui acusado de Sofista.
    Esse tipo de acusação eu não tolero.
    Isso é um atentado contra a honestidade de alguém.
    É uma pena que os factos que tenho exposto nestes posts,
    não sirvam para elucidar os temas aqui abordados.
    Por mais argumentos e tópicos que escreva,
    pouco adiantará o tempo que eu gaste para expor essas realidades.
    Porque aqueles que atacam o meu país já estão com a mente lavada o suficiente para considera-lo inimigo ou odiá-lo.
    Têm um patriotismo, mas é o patriotismo jacobinista do Estado moderno.
    É aquele patriotismo que ataca os outros países mesmo que esses sejam irmãos.
    É aquele patriotismo que entende os irmãos além das fronteiras como inimigos,
    mesmo que estes últimos tenham o mesmo destino espiritual.
    Amo e sou um grande patriota no meu país, mas não sou esse tipo de patriota.
    Eu que sempre defendi Espanha e a unidade Hispanica nesse fórum, vejo como uma opção o meu afastamento.
    Talvez por um tempo ou para sempre.
    Não que me tenha desgostado do fórum, mas que talvez aquilo que eu diga não sirva de nada ao desenvolvimento deste site.
    Ou talvez não seja um fórum para mim.
    Afinal, o que a opinião de um português interessa?
    Um português está sempre errado!
    Talvez os poucos textos que tenha escrito sirvam para alguém.
    Apesar de pobres, podem servir para alguém.
    Diante da situação de turbulência que os nossos países hispanos estão passando, chego a uma conclusão:
    Tudo parece estar perdido, mas são usuários como Hyeronimus e ReynoDeGranada que me fazem ter esperança.
    Neles encontrei a verdadeira essência da Hispanidade.
    Aprendi muito com eles, e vejo neles o futuro do Império.
    Mesmo que nunca mais volte ao fórum, nunca abandonarei os meus ideais de unidade hispanica.
    Não abandonarei porque este ideal faz parte de mim.
    Diante do exposto anteriormente deixo minhas ultimas palavras:

    A Hispanidade não tem fronteiras, nem Estados, é uma essência de Espírito.

    Até algum tempo ou talvez até a eternidade!
    Oh! quem pudera dizer
    Os sonhos que o homem sonha!
    mas eu hei grão vergonha
    De mos não quererem crer.


    Trovas de Bandarra

  5. #25
    DOBLE AGUILA está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    03 jun, 14
    Mensajes
    1,314
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    Atacas o meu país para atacar meus argumentos.
    Portugal tinha se Aliado à Inglaterra em 1373, bem antes de heresias de protestantismo.
    Yo en ningún momento he atacado a su país; he dicho LA VERDAD: que Portugal no ha sido (generalmente) aliado de España, y sí de Inglaterra. Obviamente, ya sé que la herejía anglicana nace con Enrique VIII (que hasta entonces había sido tildado de "defensor de la Fe") no me está enseñando nada nuevo. Y se le están viendo ya las intenciones, así como su marcado carácter sofista.

    Tens uma versão da história portuguesa totalmente falseada, e com fins difamatórios.
    No sólo es usted un sofista, sino además una maldeducado que se hace la víctima. Le adelanto, que como español me avergüenzan muchos pasajes de la historia de mi país lo que no me hace menos patriota, y es que hay que aprender de las grandezas y las miserias.

    tenha levado a uma série de acusações infundadas a Portugal.
    Abordas tudo o que Portugal fez a Espanha como o "Mal",
    mas o que Espanha fez a Portugal abordas como o "Bem".
    He tildado de VERGONZOSA la intención de Godoy (que gobernaba en España) de quedarse para sí mismo el sur de Portugal. Compruébelo y no de más la tabarra.

    Y no he hecho ninguna acusación infundada sobre Portugal, he dicho que Portugal traicionó su unión a la Corona Hispánica con motivo de la Guerra de los segadores. La España actual TAMBIÉN HA TRAICIONADO su ser histórico, abrazando el relativismo de Occidente; eso no me hace ser menos patriota. Sano realismo, del que hablaba Santo Tomás.

    Depois eu sou o SOFISTA. Dizer que o Império Inca e Asteca estavam na Idade da Pedra é errôneo.
    Conocían la rueda, pero no su uso; tal era su desconocimiento. De todas maneras, eran imperios heréticos y antropófagos (lo que no quiere decir que no tuvieran algunos conocimientos interesantes). Pero básicamente era una sociedad de piedra (que era el material que usualmente utilizaban).

    Os italianos descendem muito mais dos Romanos, do que nós os Ibéricos.
    Para empezar, los italianos, genéticamente son heterogéneos, mucho más que los habitantes de la Península ibérica; se puede demostrar genéticamente por los haplogrupos. Los actuales italianos varían mucho en el norte, centro y sur de la península italiana (fuerte presencia del haplotipo E 1-b 1-b norteafricano y J-1 Mesopotámico, greco-fenicio). Aquí tiene un artículo sobre un estudio INTERUNIVERSITARIO comparado muy serio que se hizo sobre la POBLACIÓN EUROPEA hace poco sobre ese tema:

    ¿Cómo es el mapa genético de Europa y de España? | Sólo sé que no sé nada

    Los romanos peninsulares del siglo I antes de Cristo (época de Julio César) y que por otra parte no eran tampoco una "raza pura", tienen poco que ver con los del siglo V (por ejemplo). Lógico, en una civilización que duró tantos siglos y que fue tan COSMOPOLITA. Le recuerdo que Hispania dió tres de los más grandes emperadores a Roma: Trajano, Adriano y Teodosio. No es la genética el factor fundamental a la hora de pertenecer (o descender) de una Civilización; es la historia, y los factores culturales. El idioma italiano moderno (adoptado en el siglo XIX y XX) desciende del latín, como el español, el portugués o el francés. Eso no les hace "más romanos".

    Lo siento, pero me refirmo en todas mis intervenciones, no intente confundir.
    Última edición por DOBLE AGUILA; 09/01/2018 a las 17:01
    ALACRAN dio el Víctor.

  6. #26
    DOBLE AGUILA está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    03 jun, 14
    Mensajes
    1,314
    Post Thanks / Like

    Re: Olivenza....................................

    Libros antiguos y de colección en IberLibro
    Y por cierto, esparcir la idea de que los habitantes actuales de la península itálica son los descendientes más directos de los romanos originarios del siglo I AC, que vivían intramuros de la ciudad, obviando la infinidad de pueblos celtas, griegos, etruscos, samnitas, germanos en el norte (etc) así como las sucesivas invasiones de Atila, lombardos, musulmanes en el sur de Italia (etc) le gustaría mucho a Garibaldi, Mussolini y demás socialistas; pero CARECE DE TODA BASE HISTÓRICA.

    Son las afirmaciones clásicas para la unificación italiana (a costa de los Estados Pontificios por cierto); de naturaleza romántica y liberal, por tanto revolucionarias.

    Vete a saber donde están los verdaderos romanos, los descendientes de Catón el censor, Catón el jóven, Escipión, los hermanos Graco, Bruto, César y los "optimates". Para que lo sepan, alguien como CAYO MARIO (el llamado tercer fundador de Roma) no era considerado más que como un "hombre nuevo" de una colonia romanizada del sur (Arpinum) NO UN VERDADERO romano. Caso igual al de Pompeyo Magno que era considerado un "semibárbaro" de Picenum.

    Los romanos originales, no quisieron que el resto de pueblos aliados de la península itálica "socii" obtuvieran la CIUDADANÍA ROMANA que habían pedido. LLegaron a la guerra (la llamada Guerra Social) con tal de no concedérsela, tras el asesinato del senador Marco Livio Druso, que era su principal valedor:

    https://es.wikipedia.org/wiki/Guerra_Social
    https://arrecaballo.es/edad-antigua/...sica-91-88-ac/
    Última edición por DOBLE AGUILA; 09/01/2018 a las 17:18
    ALACRAN dio el Víctor.

Página 2 de 2 PrimerPrimer 12

Información de tema

Usuarios viendo este tema

Actualmente hay 1 usuarios viendo este tema. (0 miembros y 1 visitantes)

Temas similares

  1. Olivenza (otra vez)
    Por Templário en el foro Portugal
    Respuestas: 67
    Último mensaje: 12/05/2007, 02:22

Etiquetas para este tema

Permisos de publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes
  •