Búsqueda avanzada de temas en el foro

Resultados 1 al 4 de 4

Tema: El santuario más impresionante del mundo

  1. #1
    Avatar de Hyeronimus
    Hyeronimus está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    16 ene, 07
    Mensajes
    18,466
    Post Thanks / Like

    El santuario más impresionante del mundo

    El santuario más impresionante del mundo: Nuestra Señora de las Lajas, en Ipiales (Colombia, junto a la frontera ecuatoriana)




  2. #2
    Avatar de Hyeronimus
    Hyeronimus está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    16 ene, 07
    Mensajes
    18,466
    Post Thanks / Like

    Re: El santuario más impresionante del mundo






  3. #3
    Avatar de Hyeronimus
    Hyeronimus está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    16 ene, 07
    Mensajes
    18,466
    Post Thanks / Like

    Re: El santuario más impresionante del mundo

    Nuestra Señora del Rosario de Las Lajas
    La imagen de Nuestra Señora de Las Lajas es la más conocida y venerada en el Mundo.

    La hermosura del cuadro y del lugar donde se ha manifestado a los humanos, hace del conjunto el paraje más extraordinario e impresionante que alguna vez hizo exclamar a un Ministro de estado: "LUGAR DE ENSUEÑO QUE LE HARIA RENACER LA FE A LUCIFER SI LA VISITARA" (Botero Boshell).

    Todos los años el 16 de semptiembre, fecha de la aparición, miles de peregrinos se congregan en Las Lajas para rendir homenaje de amor y agradecimiento por los innumerables favores que la Madre de Dios Dispensa a sus devotos. En ese día y en mucho otros, son verdaderos rios humanosque decienden y suben las escarpadas breñas andinas para mirarla, cantarle y dialogar con Ella. Y la Virgen desde su milenaria piedra, como dijera el poéta nariñense Teófilo Albán Ramos:

    "Ella a todos Escucha a nadie Deja;
    a todos Mira, a todos alboroza;
    tiene amor para el alma que se queja
    y ritmo para el alma que solloza".
    Hablar de la aparición de Nuestra Señora del Rosario de Las Lajas es un tema largamente discutido por sus devotos. Al verdadero amante de Nuestra Señora le satisface el milagro de perenne presencia; pintada o aparecida.
    Ella esta allí eternizada en la piedra; ni el tiempo, ni la erosión, ni el humo de las veladoras jamás desdibujarán su rostro hermoso lleno de infinitas ternuras.
    "La perla mas bien pulida
    que en fina concha se cuaja
    es la Virgen de Las Lajas
    en la roca aparecida".


    Juana y su Hija Rosa
    La historia o leyenda aparece por primera vez escrita en el "Papel periódico Ilustrado de Bogotá - No. 109" de Lázaro Maria Girón, 1887, y citado por el Padre Julio María Motovelle en el ya citado libro. el relato es como sigue: "Refiere la leyenda que una indiecita que se dirigía de Potosí a Ipiales, junto con su hija Rosa, pasaban por este paraje muy peligroso y una gran tempestad las obligo a buscar refugio en una cueva que allí existía, entró con mucho miedo por la creencia de la presencia del diablo en ese lugar, pero más grande fue su asombro cuando la niña (rosa), que era sordomuda de naciemiento e dijo: "Mamima, La Mestiza me llama" (Ese fue el primer milagro de la Virgen).
    Corrió a dar la noticia del hallazgo al cura de Ipiales Padre Eusebio Mejía; Quien habiéndose trasladado con varios vecinos al sitio señalado por la jóven campesina, halló efectivamente sobre la roca la bella imágen de la Virgen del Rosario.

    Después, la vida de Juana y de Rosa se pierden en la noche de los tiempos. Nada sabemos cuando murió Juana y su hija Rosa. Solo permanece desafiando al tiempo la estampa de ternura y milagros de Nuestra Señora de Las Lajas. Y así como la contemplaron Juana, Rosa, El Sr. Cura de Ipiales y su pueblo, la contemplamos nosotros, sin desgaste, ni retoques, a pesar de intemperie y el humo de las veladoras y así la contemplarán las generaciones que nos empuejan hacia la eternidad.

    http://www.santuariodelaslajas.org/o...id=19&Itemid=1

  4. #4
    Avatar de Hyeronimus
    Hyeronimus está desconectado Miembro Respetado
    Fecha de ingreso
    16 ene, 07
    Mensajes
    18,466
    Post Thanks / Like

    Re: El santuario más impresionante del mundo

    Libros antiguos y de colección en IberLibro
    Nossa Senhora de Las Lajas:
    uma história medieval fora da Idade Média!


    Nossa Senhora de Las Lajas, Ipiales, Colômbia

    A história que vamos reproduzir embaixo não é da Idade Média, mas bem poderia sê-lo. Pois, a Idade Média não é apenas uma era histórica, mas também uma categoria moral, religiosa, social, cultural e de devoção a Nossa Senhora!
    Las Lajas quer dizer, em português, As Lajes. A pintura ao lado está impressa num rochedo existente numa gruta localizada ao sul do território colombiano, junto à fronteira do Equador.

    São reproduzidas nesta contracapa as duas figuras principais. É um como que quadro. Tem todas as características de ter sido pintado mediante o concurso de um anjo.

    Qual é a beleza da referida pintura?

    Devemos distinguir nela dois aspectos: as pessoas de Nossa Senhora e Nosso Senhor, e o colorido.

    O colorido todo expressa uma idéia de realeza muito pronunciada. As cores de fundo do quadro são faustosas.

    Por outro lado, esse vermelho – que tende para o vinho – do traje de Nossa Senhora é uma cor quente, rica, sendo toda essa vestimenta bordada a ouro, o que reforça também a impressão de um traje de rainha.

    O santuário de Nossa Senhora de Las Lajas, em Ipiales, Colômbia
    * * *

    Quanto às pessoas de Nossa Senhora e do Menino Jesus, chama a atenção primeiramente a grande coroa na cabeça da Mãe de Deus, que não figurava na pintura original.

    Tão grande que se diria exagerada, se não estivesse tão bem calculada. Não fica pesada demais, mas é a maior que poderia ser. É impossível imaginar uma coroa maior do que essa para a figura que a porta.

    Detalhe curioso é a cabeleira da Virgem Santíssima. Os cabelos d’Ela estão soltos, mas de tal maneira que parecem um manto real.

    Há um bom gosto, uma noção de majestade e uma arte na disposição desses cabelos, que é uma coisa extraordinária.

    Na fisionomia de Nossa Senhora, merece ser ressaltada a altaneria da cabeça. Ela olha de cima, de um modo sério e investigador, de quem deseja ser obedecida.

    É fisionomia de Mãe, mas de uma Mãe que foi pintada numa hora em que não está sorrindo.

    Ela não está fixando o olhar com expressão de ameaça ou reprimenda, mas está com a disposição de alguém que, se notar qualquer coisa de errado, passa um pito ou faz uma advertência. É uma realeza exercida com força.

    Por outro lado, o Menino Deus está portando uma coroa – igualmente acrescentada à pintura original – também muito grande para a sua cabeça, mas não desproporcionada.

    Interior do santuário com a imagem miraculosa no fundo
    Ele está muito amavelmente voltado para quem reza. Ao invés do quadro clássico – o Menino Jesus sério e Nossa Senhora risonha – nota-se o contrário: Ele se distrai com o laço voltando-se para o pecador, enquanto sua Mãe está séria.

    O que representa uma troca de posições, parecendo inverter-se o papel da Medianeira. Na realidade, o pensamento que aí está expresso é muito profundo:

    Ele é misericordioso porque está sentado no trono da misericórdia – nos braços de Nossa Senhora. Se assim não fosse, Ele não exprimiria tal misericórdia extraordinária, essa alegria de dar e sorrir.

    * * *

    No total, o que há de mais interessante no quadro é que, depois de se ter olhado para o Divino Infante e Sua Mãe Santíssima, percebe-se como a maternidade d’Ela está expressa na pintura.

    Parece que Ela não está prestando uma atenção próxima no Menino, mas há uma intimidade enorme entre os dois. Nossa Senhora O sustém, como uma mãe carrega um filho inteiramente chegado a Ela, para deixar claro seu sentimento materno. Senso materno, por conseguinte, voltado para o pecador, de quem Ela também é Mãe.

    Nossa Senhora Rainha e Mãe: é o que expressa admiravelmente esse quadro, que eu considero verdadeiramente uma obra-prima no gênero.
    (Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, excertos de conferência em 19.10.1974. Sem revisão do autor).


    Origem do quadro de Nossa Senhora de Las Lajas

    A índia Maria Mueses com Rosa,
    sua filha cega miraculosamente curada
    No século XVIII, depois de vários fatos sobrenaturais ocorridos numa gruta nas ladeiras de Las Lajas, a índia Maria Mueses de Quiñones, (ao lado, uma imagem sua, carregando sua filha Rosa) descendente dos caciques de Potosí, encontra sua filhinha de joelhos venerando um quadro da Virgem, tendo nos braços o Menino Jesus e ladeada por São Francisco e São Domingos. A festa se comemora no 16 de setembro

    Informados do ocorrido, os habitantes do local acorreram para venerar a Virgem, logo denominada de Las Lajas. Em fins do século XIX, foi construído um magnífico Santuário em estilo gótico no local.

    Detenha-se o leitor na consideração desta fisionomia da Santíssima Virgem. Porte majestoso, régio, ao mesmo tempo maternal, acessível.

    Fronte reluzente de uma superior inteligência. Nariz encantador com traçado firme. Lábios bem talhados que denotam decisão. Cabelos negros característicos de uma latino-americana.

    Sobrancelhas altas, emoldurando olhos igualmente negros, penetrantes, que parecem sondar as regiões recônditas da alma de quem os fita. Mas ao mesmo tempo, revelam a grandeza dAquela que é Esposa do Divino Espírito Santo.

    Nossa Senhora de Las Lajas, Ipiales, Colômbia
    Tudo aí é bem proporcionado, manifestando um superior equilíbrio. E o Menino Jesus segura um cordão, parecendo distrair-se com ele a fim de que as atenções se voltem com mais empenho para a Medianeira de todas as graças.

    Quem teria pintado com tanta maestria este quadro? Em que museu famoso estará ele exposto?

    Pintou-o não um artista comum, mas celeste mão, talvez de um Anjo, tendo sido a milagrosa obra de arte descoberta em meados de século XVIII.

    E como tela escolheu lajes brutas de um desfiladeiro ignoto da Colômbia, nas cercanias da cidade de Ipiales, penetrando-as com misteriosa tinta que, ainda que se raspe ou talhe profundamente a pedra, lá se encontram sempre as mesmas cores e matizes.

    Este é o milagre estupendo, permanente, que se pode observar em Las Lajas, o Santuário onde se encontra a referida obra prima do celeste Autor.















    Orações e milagres medievais: Nossa Senhora de Las Lajas: uma história medieval fora da Idade Média!

Información de tema

Usuarios viendo este tema

Actualmente hay 1 usuarios viendo este tema. (0 miembros y 1 visitantes)

Temas similares

  1. Marcelino Menéndez Pelayo
    Por Ordóñez en el foro Historiografía y Bibliografía
    Respuestas: 5
    Último mensaje: 23/07/2013, 21:04
  2. La Batalla De BAILÉN
    Por Sant Marti en el foro Historiografía y Bibliografía
    Respuestas: 1
    Último mensaje: 17/02/2012, 16:04
  3. San Ignacio de Loiola, Patrón de Gipuzkoa
    Por vascongado en el foro Señoríos Vascongados
    Respuestas: 1
    Último mensaje: 01/08/2006, 22:48
  4. Informe sobre la cuestión de Gibraltar
    Por Lo ferrer en el foro Gibraltar
    Respuestas: 7
    Último mensaje: 19/06/2006, 19:09
  5. "Los celtas y el País Vasco" por Pedro Bosch Gimpera.
    Por WESTGOTLANDER en el foro Prehistoria y Protohistoria
    Respuestas: 4
    Último mensaje: 06/06/2005, 15:38

Permisos de publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes
  •